KangyurRinpocheSobre.jpg

Sobre a
Fundação

Kangyur Rinpoche

 

 
 
 

Orientação

As atividades da Fundação Kangyur Rinpoche são orientadas pelos três filhos e herdeiros espirituais de Kyabje Kangyur Rinpoche: Jigme Khyentse Rinpoche, Tulku Pema Wangyal Rinpoche e Rangdrol Rinpoche, os quais concedem regularmente ensinamentos e retiros de meditação em Portugal.

 

A seu convite, numerosos outros mestres ensinaram também em Portugal, como S. S. o XIV Dalai Lama, S. S. os 41º e 42º Sakya Trizin, Kyabje Trulshik Rinpoche, Kyabje Tenga Rinpoche, Yangsi Dilgo Khyentse Rinpoche, Rabjam Rinpoche, Mingyur Rinpoche, etc. Saiba mais sobre os nossos eventos.

JigmeKhyentseRinpoche.jpg

Jigme Khyentse Rinpoche

Jigme Khyentse Rinpoche é o terceiro filho de Kangyur Rinpoche e um dos fundadores da Fundação. Foi reconhecido por Dilgo Khyentse Rinpoche, Dudjom Rinpoche e o XVI Karmapa como reencarnação de Jamyang Khyentse Chökyi Lodrö.

 

Tendo passado a sua infância com Kangyur Rinpoche em Darjeeling, continuou posteriormente os seus estudos e treino com Dilgo Khyentse Rinpoche, acompanhando-o na Índia, Nepal e Butão. Em 1980, mudou-se para a França com a sua mãe Ama-la, Jetsun Jampa Chökyi, e a restante família, dividindo desde então o seu tempo entre a Ásia e a Europa.

 

Foi também discípulo próximo de Kyabje Dudjom Rinpoche, Kyabje Trulshik Rinpoche, entre outros mestres, e atualmente acompanha frequentemente as atividades de Sua Santidade o 41º Sakya Trizin, Dzongsar Khyentse Rinpoche, e também de S.S. o Dalai Lama.

 

Jigme Khyentse Rinpoche é a expressão viva e autêntica dos ensinamentos da linhagem de Khyentse Wangpo e da tradição Rimé. É a personificação verdadeira do significado do seu nome, Khyen a “sabedoria” e tse a “compaixão”, ensinando o Dharma e guiando os praticantes com a sua vasta erudição e realização, aliada a um profundo conhecimento da cultura ocidental.

 

Atualmente Jigme Khyentse Rinpoche dá ensinamentos e orienta retiros em vários países, como Portugal, França, Espanha, entre outros.


Paralelamente, dirige o Grupo de Tradução Padmakara, orientando as suas publicações e auxiliando os seus tradutores na preciosa tarefa de tornar os textos budistas tibetanos acessíveis no ocidente.

PemaWangyalRinpoche.jpg

Pema Wangyal Rinpoche

Taklung Tsetrul Pema Wangyal Rinpoche é o filho mais velho de Kyabje Kangyur Rinpoche. 

 

Nasceu no Tibete, em Rong Dakmar. Juntamente com a sua família, foi obrigado a exilar-se em 1958, estabelecendo-se na Índia, em Darjeeling. Alguns anos após a morte do seu pai, Kangyur Rinpoche, em 1975, Pema Wangyal Rinpoche e família vieram para a Dordogne, França. 

 

Pema Wangyal Rinpoche estudou extensivamente sob a orientação de Kyabje Kangyur Rinpoche, Kyabje Dilgo Khyentse Rinpoche e Kyabje Dudjom Rinpoche, entre outros grandes mestres.

 

Apesar de viver no Ocidente há quase quatro décadas, mantém uma intensa atividade de auxílio às comunidades tibetanas no exílio e viaja frequentemente para a Ásia para supervisionar projetos de desenvolvimento, educacionais e culturais.

 

Pema Wangyal Rinpoche desenvolveu e orienta um reputado programa de retiros de três anos na Dordogne, França, que são uma referência desde 1980.

 

Em conjunto com Jigme Khyentse Rinpoche e Rangdrol Rinpoche, orienta também retiros paralelos em Portugal e França, permitindo aos praticantes sem condições para aderir ao tradicional programa de três anos, a prossecução de um programa de ensinamentos específico.

 

Pema Wangyal Rinpoche é também fundador do Grupo de Tradução Padmakara, bem como de várias organizações humanitárias e ambientais em vários países, nomeadamente: C.A.S.A. Centro de Apoio ao Sem Abrigo, Mother Earth, Projeto Siddhartha, entre outros.

RangdrolRinpoche.jpg

Tsawa Rinam Rinpoche
(Rangdrol Rinpoche)

Tsawa Rinam Rinpoche, mais conhecido por Rangdrol Rinpoche, é o segundo filho de Kyabje Kangyur Rinpoche.

 

Rinpoche estudou primeiro com Kangyur Rinpoche e, mais tarde, foi discípulo próximo de Dudjom Rinpoche, e acompanhou as atividades, transmissões e iniciações de Dilgo Khyentse Rinpoche e Trulshik Rinpoche, bem como de S.S. o Dalai Lama, entre outros mestres.

 

Foi reconhecido por Dilgo Khyentse Rinpoche como a reencarnação de Tsawa Rinam Namgyal, um dos principais discípulos de Jamyang Khyentse Wangpo e Jamgön Kongtrul Lodrö Thaye, e também como emanação de Namkha'i Nyingpo, um dos discípulos mais próximos de Guru Rinpoche.

 

Rangdrol Rinpoche ensina regularmente nos retiros de três anos em França e nos retiros paralelos de França e Portugal.

 

Para além de ensinar, Rinpoche passa também uma grande parte do seu tempo em retiro, prosseguindo desta forma as atividades de seu pai, Kangyur Rinpoche.

 

Rinpoche orienta discípulos na sua prática espiritual, supervisiona também as atividades da Fundação e é um dos responsáveis do Mosteiro Orgyen Kunzang Chökhorling, em Darjeeling, na Índia.